Célio Trabalha | Vereador Célio Moreira

Célio Trabalha




À frente do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte,  Célio Moreira da Silva implantou o Telecurso do ensino fundamental e médio. As tele-salas foram criadas em 1999 e, desde então, passaram por elas cerca de 3 mil alunos.

Mas além da conclusão da escola básica e do segundo grau, o sindicato oferece cursos de capacitação profissional, como os de informática, que aumenta a chance do trabalhador e sua familia em alcançar bons cargos no mercado de trabalho.



À frente do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte,  Célio Moreira da Silva implantou o Telecurso do ensino fundamental e médio. As tele-salas foram criadas em 1999 e, desde então, passaram por elas cerca de 3 mil alunos.

Mas além da conclusão da escola básica e do segundo grau, o sindicato oferece cursos de capacitação profissional, como os de informática, que aumenta a chance do trabalhador e sua familia em alcançar bons cargos no mercado de trabalho.


Só em Uberlândia e Região foram beneficiados com os planos de saúde e odontológico mais de 20 mil trabalhadores rodoviários e suas famílias.

Essa conquista também se estendeu à categoria em Minas. Como diretor da Federação dos Trabalhadores em Transportes de Minas, Célio contribuiu para que 300 mil famílias mineiras recebessem o mesmo benefício.



Em parceria com Hélio Costa, então ministro das Comunicações, Célio Moreira da Silva conseguiu a  implantação de Telecentros em várias cidades de Minas. As salas, equipadas com computadores modernos, permitem o acesso à tecnologias como a internet e à aprendizagem de informática.



Redução de Jornada

Célio Moreira da Silva tem como prioridade a redução da jornada de trabalho  dos motoristas do transporte rodoviário, demanda que ele pretende defender com vigor na Assembleia.

Quarenta horas semanais é a carga horária máxima de trabalho proposta por Célio Moreira, que tem o efeito de gerar mais emprego e renda para o trabalhador.de todos as categorias.

A redução da jornada de trabalho integra o projeto que regulamenta a profissão de motorista e recupera a aposentadoria especial, em tramitação no Congresso Nacional.

Benefícios Conquistados

Negociações conduzidas por Célio Moreira da Silva garantiram 7,5% de reajuste ao segmento de Transporte de Carga.

Apoio ao setor Produtivo

O excesso de tributos em Minas tem afastado as grandes empresas do Estado e desaparecido com os empregos. Célio tem como uma de suas principais propostas como deputado atuar firme para a redução do ICMS e pelo fim de taxas que incidem sobre as atividades produtivas. O que ele quer é que Minas mantenha a sua tradição de Estado rico e com qualidade de vida.



Sob a liderança de Célio, o setor do transporte tem realizado várias manifestações nas rodovias que cortam o Triângulo Mineiro, a exemplo da : BR- 452, sentido Uberlândia-Araxá, da BR-365, sentido Uberlândia-Patos de Minas, e do entroncamento das BRs 365 e 153. Esta rodovia já recebeu melhorias e a tão esperada duplicação após diversos protestos.

O que Célio e os motoristas querem é aumentar a segurança nessas rodovias, com obras para por fim aos buracos e às curvas perigosas. A BR-050, no trecho próximo à ponte do Rio Araguari, tem seis curvas que já acarretaram vários acidentes graves. Célio está atento e vai continuar cobrando.



Célio foi à Justiça e obteve o ressarcimento dos benefícios cortados dos trabalhadores que se aposentaram no período de fevereiro de 1994 a março de 1997. Até o momento, aproximadamente 200 aposentados e pensionistas já receberam mais de um milhão de reais.



Mais uma conquista: o parcelamento das dívidas das entidades sindicais com o INSS, negociado por Célio com o ministro da Previdência Social, José Pimentel.



A Lei do Caminhoneiro

A mais recente proposta de Célio Moreira da Silva já é conhecida como a Lei do Caminhoneiro. Ela exige que as empresas embarcadoras disponibilizem salas com com banheiros e cozinha para os motoristas que aguardam na fila o carregamento e a descarga dos caminhões. O Projeto de Lei está tramitando na Câmara Municipal de Uberlândia e já foi enviado ao presidente Lula para beneficar motoristas de todo o Brasil. Aprovado, ele garantirá ao motorista que descanse confortavelmente nos alojamentos enquanto espera a sua vez, estabelecida por uma senha.


Já são leis: